• (9)
  • (21)
  • (11)
  • (9)
  • (7)
  • (4)
  • (10)
  • (7)
  • (50)
  • (18)
  • (85)
  • (5)
  • (8)
  • (3)
  • (5)
  • (6)
  • (5)
  • (1)
  • (7)
  • (20)

Anuncie também

Anuncie gratiutamente na mais completa seção de classificados off road da web brasileira

setembro 1, 2021

Conheça as viaturas 4×4 que o EUA abandonou no Afeganistão

Os Estados Unidos abandonaram o Afeganistão às pressas depois de 20 anos de ocupação militar. Apesar de levar a maioria das coisas embora ou sucatear para quem não fossem utilizados pelo grupo rebelde Talibã, alguns itens ficaram para trás ou foram doados para as forças militares afegãs, antes da queda do regime que controlava o País.

Entre as coisas que ficaram para trás ou foram doadas estão veículos militares. Dois modelos particularmente chamam à atenção o HMMWV (Humvee) e o MaxxPro MRAP, produzido pela Navistar, que produz caminhões.

HMMWV

O primeiro é a versão militar do Hummer H1, que teve diversas unidades entregues as forças militares do Afeganistão antes da queda do governo democrático.

Produzido desde 1984, o HMMWV, que é uma sigla para “veículo sobre rodas multiuso de alta mobilidade”( High Mobility Multipurpose Wheeled Vehicle), em tradução literal, ele teve diversas versões e melhorias desde então.

Viaturas Afeganistão

Com blindagem e capacidade de ser transportado por terra, ar e mar, o Humvee (como foi apelidado) tem duas opções de motores utilizados para as mais diferentes aplicações, ambos V8 e turbodiesel, um de 6,2 litros (150 cv) e outro de 6,5 litros (160 cv) com transmissão automática de três e quatro velocidades, respectivamente. Ele já foi equipado com um V8 5.7 a gasolina também.

Ele tem 15 configurações diferentes que podem contar com blindagem ainda mais pesada do que a convencional, metralhadora .50 no teto ou até um lança-mísseis.

Viaturas Afeganistão

MRAP

O segundo tipo de veículo que ficou para trás, sem o equipamento de armas, é uma categoria de veículos na verdade: os MRAP, ou “Resistente a minas e protegido de emboscadas”. É uma categoria de veículos que tem que atender esses requisitos para esse tipo de situação.

Os que ficaram para trás são do modelo MaxxPro, produzidos pela Navistar Defense. Ela é o braço militar da International Caminhões.

Produzido sobre o chassi de um caminhão, o MaxxPro “de entrada” tem quase 7 metros de comprimento, pesa 17 toneladas e pode carregar até 1,6 toneladas de carga/pessoal. Sua capacidade de imersão em água é de 91 cm.

Viaturas Afeganistão

Há outras versões que têm capacidade de carga maior, chegando a 3,5 toneladas e atualizados para carregar diferentes tipos de arma sobre o teto.

Sob o capô, os modelos tem duas opções de motores turbodiesel de seis cilindros em linha. O menor tem 9,3 litros e entrega entre 300 cv e 330 cv, dependendo da aplicação, e 131,9 mkgf. Uma versão maior do propulsor tem 425 cv e 210,8 mkgf e mudanças na construção e nos componentes, para conseguir o aumento de potência.

Camisa Planeta Offroad

Desde que começou a retirada das tropas, os Estados Unidos tem usado drones não tripulados para destruir veículos como esses acima que já caíram nas mãos do grupo rebelde Talibã e evitar que eles sejam usados contra a população.

Viaturas Afeganistão

Comentários