• (9)
  • (22)
  • (11)
  • (12)
  • (8)
  • (4)
  • (10)
  • (7)
  • (51)
  • (19)
  • (88)
  • (5)
  • (8)
  • (3)
  • (13)
  • (6)
  • (5)
  • (1)
  • (7)
  • (20)

Anuncie também

Anuncie gratiutamente na mais completa seção de classificados off road da web brasileira

junho 6, 2022

Brasileira chega perto de bater recorde mundial

Amanda Vasconcellos é a primeira brasileira a superar os seis mil metros de altitude a bordo de um veículo

No comando de uma Ram 1500 Rebel, a piloto de rali Amanda Vasconcellos tornou-se a primeira brasileira a superar os 6 mil metros de altitude em uma picape 4×4, na Cordilheira dos Andes, um recorde histórico e homologado. Ao lado do expedicionário e também piloto Renato Perotti, ela atingiu exatos 6.018 metros, com ventos de 75 km/h e temperaturas negativas, de até – 7°C.

O “Desafio dos Andes” foi uma aventura de 8 mil km que demandou muito planejamento, bons equipamentos, coragem e profissionalismo. A partida foi em Campinas, interior de São Paulo, no dia 1° de abril, retornando à mesma cidade exatamente duas semanas depois. 

Para se ter uma ideia, essa altitude – cerca de 20 mil pés – é equivalente à de um voo em avião comercial. Ao longo da jornada, a falta de oxigênio sempre foi a grande preocupação, pois poderia afetar a capacidade física e cognitiva da equipe. “Na Cordilheira tudo é imenso: as montanhas, o frio, o desafio. Só quem vive essa experiência de conduzir um 4×4 na altitude pode entender o tamanho do esforço e o significado dessa conquista. Aos 40 anos, essa vitória é um dos legados que deixo para as minhas filhas”, celebra Amanda.

 



 

Além da participação da Ram, que cedeu a picape, a conquista teve o apoio da TSO Brasil (empresa especializada em eventos automotivos) e foi realizada nos arredores do Bonete Chico, montanha no lado argentino da Cordilheira dos Andes, um dos locais mais inóspitos do planeta.

O recorde mundial de altitude com um veículo automotor está nas mãos dos chilenos Gonzalo Bravo e Eduardo Canales desde 2007. A dupla levou um Samurai 1986 preparado até a altitude de 6.688 metros nas encostas do vulcão Ojos del Salado, no Chile.

 

Comentários