Mapa do Site Primeira Vez? Publicidade
 
Abertura > Dicas > Hi-Lift
Utilizando corretamente todas as virtudes do macaco hi-lift
Texto: João Roberto de C. Gaiotto - Técnica 4x4 / Ilustrações: Josemar Zadra

É o equipamento essencial para quem anda por trilhas e regiões de tráfego difícil. Tarefas que exigem levantar o veículo, puxá-lo para trás, para o lado e para frente, tem no Hi-Lift o equipamento perfeito para o serviço.

Um pouco desajeitado para se acomodar junto a bagagem, tem na sua praticidade a recompensa do peso extra, além de ser uma alternativa para quem não tem um guincho.

Uma de suas muitas virtudes, dependendo do modelo escolhido, é a de levantar um veículo até 1,5 m de altura. Isto é muito útil em uma trilha ou memo em uma manutenção de emergência, durante uma viagem. Outro detalhe é que sua garra fica apenas a poucos centímetros do solo, possibilitando mesmo com o veículo muito atolado, encontrar facilmente um ponto de apoio para tentar contornar o problema.

Para aproveitar toda a versatilidade do equipamento, certos veículos exigem a adaptação de pontos de fixação suplementares. Eles devem ser instalados após a aquisição do Hi-Lift, para que os responsáveis pelo serviço tenham a exata noção das alterações que serão necessárias como, por exemplo, o prolongamento de bases de apoio a partir do chassi, de forma que o equipamento possa se encaixar e dar conta do recado. Da mesma forma que o veículo possa precisar de adaptações, a própria garra de apoio do equipamento pode necessitar de algumas alterações, estude isso juntamente com o seu mecânico.

Aplicações do Hi-Lift
Para um veículo encalhado o Hi-Lift pode ser muito útil, porque poderá levantá-lo a uma boa altura facilitando a colocação de pedras e pedaços de madeira sob os pneus, criando, assim, uma superfície firme. Você terá que repetir a operação para as quatro rodas se necessário.

Quando estiver em terreno composto por areia ou lodo, seja ele qual for, a tendência da base do macaco é de afundar na medida em que se tenta levantar o veículo. O Hi-Lift tem uma base de apoio com grande área de contato com o solo, mas pode-se reforçar suas qualidades colocando uma placa de madeira de 40x40 cm, aumentando sua base no piso. Essa placa pode ser preparada com uma saliência no meio, para que a base do macaco se encaixe nela e não escorregue para os lados, quando estiver em operação.

A capacidade de carga para todos os modelos é de 3.000 kg, com exceção do modelo de 1,50 m, que tem capacidade de carga de 1.800 kg para os últimos 50 cm de curso superior.

Outro uso corriqueiro para o Hi-Lift é suspender o veículo, facilitando a sua retirada do atoleiro, quando a operação de puxar ou empurrar for muito difícil. Após a suspensão até o final do curso, coloque uma corda na ponta superior do macaco e puxe-a para derrubar o macaco para o lado. É uma boa técnica para se colocar os pneus em cima do facão e possivelmente fora do local mais crítico.

Utilizando o equipamento
Antes de levantar o veículo, trave os pneus para que não deslizem. Coloque a trava reversora na posição superior, levante, com a mão, o conjunto motriz até encostar no ponto de apoio do veículo e inicie o movimento da alavanca em todo seu curso, de cima para para baixo, prestando atenção nos "clics" que ela emitirá nos extremos do curso. Este barulho significa que os pinos estão trabalhando normalmente. Após escolher a altura ideal, mantenha a alavanca em sua posição de repouso, PARA CIMA e junto à barra de guia. Para trabalhar embaixo do veículo, é uma boa idéia travá-lo com pedaços de madeira, pedras ou o que tiver à mão.

Para descer, mantenha a alavanca erguida e só então, libere a trava reversora movendo-a para baixo. Após, inicie o movimento da alavanca, para baixo e para cima, segurando-a com firmeza. Soltar a trava reversora com a alavanca baixada, provoca o movimento violento de sobe e desce da alavanca, resultado do peso suportado pelo Hi-Lift. Qualquer tentativa de segurá-lo pode causar sérias consequências como fratura de braço, punho ou dedos.

Apesar da robustez do equipamento, não confie cem por cento nele, sempre trave a alavanca e o mecanismo após o içamento. O procedimento é simples, pode ser feito com apenas um parafuso e uma porca. Tudo o que tem a fazer é colocar o parafuso e fixá-lo com a porca, no primeiro chanfro da barra guia logo abaixo do mecanismo e da alavanca. Com o parafuso ali, se houver qualquer pane na trava do equipamento, o sistema desce até encontrar o parafuso e pára, evitando que o veículo venha abaixo e possa causar um sério acidente. Mantenha este parafuso e a porca presos em algum lugar do Hi-Lift, quando não estiver em uso, e evite perdê-lo dentro do veículo ou na mala de ferramentas.

Mais uma virtude deste grande aliado é a capacidade de substituir ou auxiliar o guincho nas operações de resgate. Para isto, fixe no ponto de ancoragem do veículo a ponta de um cabo de aço ou corrente, e a outra ponta no limite superior da barra de aço do Hi-Lift. Depois use outro cabo, fixe uma das pontas na garra do mancal de apoio do Hi-Lift e a outra em uma pedra ou qualquer ponto de ancoragem confiável. Inicie o movimento com a alavanca. O equipamento tem condições de puxar ou soltar o veículo, tudo dentro do curso disponível. Toda vez que se esgotar este curso deverá calçar o veículo, diminuir o comprimento do cabo e repetir a operação . Para a maioria das situações, três operações devem ser suficientes para ajudar seu 4x4 a sair da imobilidade.

Caso o veículo saia da trilha, ficando de lado, e não havendo ninguém para empurrá-lo de volta, você tem novamente no Hi-Lift um aliado para mais esta tarefa. Procure um ponto de ancoragem, do lado da trilha que se deseja puxar o veículo de volta, depois localize o melhor ponto de fixação do cabo ou corrente, seja na lateral do veículo, no engate de reboque traseiro ou em algum ponto do pára-choque dianteiro. Repita a operação de puxar e reajustar o comprimento do cabo ou corrente, até que seu 4x4 "volte para os trilhos".

O transporte, ao contrário do que se vê em fotografias, não deve ser feito expondo o equipamento a poeira, chuva e barro, mas sim acondicionado em local distante da sujeira. Providencie um estojo, vendido como acessório por lojas especializadas, ou faça um, que garanta o armazenamento do Hi-Lift. A manutenção é extremamente simples, após o uso lave-o removendo a lama e na areia. Passe uma camada de WD-40 para limpar seus mecanismos e guarde-o em um lugar seco. Uma boa idéia é manter um kit de reparos junto com suas ferramentas, solicite ao revendedor do Hi-Lift.

 

 
Dotzi Planeta Off-Road
geral@planetaoffroad.com


Aviso Legal
Privacidade
Créditos