Titulo
Por: Adriano Rocha

Rios: Como transformar o inimigo num aliado

Normalmente, a água funciona como um adversário perigoso, em trilhas, enduros, raids e todas as modalidades esportivas fora-de-estrada. Porém, a travessia de cursos d'água é um dos maiores prazeres numa aventura off-road. Aqui, você vai encontrar não apenas dicas sobre como proteger a mecânica do carro, como também quais as melhores formas de pilotagem do veículo, e ainda como tirar vantagens da água, mesmo que seu carro não tenha sofrido nenhuma adaptação para atravessar riachos, lamaçais e outros obstáculos.

Mecânica
Existem pontos do motor nos quais a água não pode chegar definitivamente: o distribuidor e a bobina são dois destes pontos ­ mas o principal é o filtro de ar, que pode transportar a água para a o resto do motor, danificando o bloco irremediavelmente. Travessia de RiosO cano de descarga também traz sérios riscos para o veículo.

Cano de descarga
Uma adaptação barata e simples de se fazer pode evitar com que a água entre no motor através do escapamento. Trata-se de transferir sua posição para um ponto alto da traseira do veículo, evitando assim o refluxo da água nos momentos de desaceleração. Não é imprescindível, mas, em alguns casos, pode ser útil.

Agua no distribuidor e bobina
Provoca falha no motor, deixando o carro sem força; na maioria das vezes, o carro morre. Para evitar este problema, uma boa opção é tampar o distribuidor com um plástico resistente, tecido impermeável,ou ainda, vedá-lo com silicone. Estes mesmos cuidados devem ser tomados em relação à bobina.(ver "Isolando o distribuidor")

Filtro de ar
Travessia de RiosTambém aqui o cuidado deve ser grande. Se a água alcançar o filtro, ela penetra no motor, causando danos muito graves. A água nos cilindros provoca uma reação semelhante à introdução de um objeto rígido entre os pistons. Uma boa solução é o chamado snorkel, onde coloca-se o filtro de ar para fora do carro, em uma parte mais alta, que evitará a entrada de água no motor.

Curtos circuitos
Recomenda-se vedação de toda a parte elétrica, evitando assim o seu contato com a água que, como condutora de eletricidade, poderá prejudicar todo o sistema.


Pilotagem
A primeira providência a tomar, antes de atravessar qualquer riacho, poça etc, é fazer o percurso a pé, verificando passo a passo a profundidade e os obstáculos (pedras, bancos de areia etc.) existentes no caminho.

Aceleração
Travessia de Rios Ao entrar na água, manter a aceleração é fundamental. Este procedimento evita a entrada da água, por exemplo, no cano de descarga; assim, mantendo uma certa velocidade, o próprio veículo cria uma espécie de onda na sua frente, o que faz diminuir o nível de água por onde ele passa.

Temperaturas
Outro ponto importante é verificar a temperatura do motor e da água; caso a temperatura do motor esteja muito alta, pode ocorrer um choque térmico, e como conseqüência rachar o bloco do motor.

Freios
Lembre-se: depois de molhados, os freios perdem a eficiencia. Uma boa medida é andar um pequeno trecho com o pé esquerdo no freio, ao mesmo tempo em que se mantém o carro em movimento.

Em resumo, vale a pena tomar cuidados redobrados com a água, sempre. Isso pode evitar que você perca o seu motor, ou mesmo seu carro inteiro.


 

COMENTÁRIOS Comente