• (9)
  • (21)
  • (11)
  • (16)
  • (8)
  • (4)
  • (10)
  • (7)
  • (50)
  • (18)
  • (86)
  • (5)
  • (8)
  • (3)
  • (10)
  • (6)
  • (5)
  • (1)
  • (7)
  • (20)

Anuncie também

Anuncie gratiutamente na mais completa seção de classificados off road da web brasileira

Beadlock
outubro 22, 2021

Beadlock: sanduíche de pneu

Beadlock, um equipamento simples, mas que pode fazer toda a diferença quando o assunto é off-road pesado

Há pouco tempo, beadlocks eram equipamentos utilizados apenas por aqueles que levavam o off-road ao extremo. Porém, como praticamente todas as novidades que usamos nos jipes, com o passar do tempo, foi se popularizando. Hoje já temos uma gama razoável de ofertas de beadlocks e é cada vez mais comum vermos alguns 4×4 os utilizando em trilhas.

De início de conversa, a gente já sabe que o tal beadlock dá um visual e tanto na viatura. Seja pela aparência diferente ou pelos vários parafusos aparentes que deixam as rodas com um aspecto bem agressivo. Mas o beadlock não serve (apenas) para deixar o carro mais bonito. Apesar de que existem no mercado modelos ‘falsos’ que só imitam o sistema, mas não tem nenhuma função.

Na verdade, o beadlock, que foi inventado na 2ª Guerra e já é bastante utilizado em corridas (on-road), veio para o fora-de-estrada para sanar um problema recorrente: o destalonamento do pneu quando utilizamos baixa pressão. Na maioria dos terrenos que se enfrenta no uso todo-terreno, o desempenho do jipe melhora consideravelmente quando os pneus estão com menor pressão. Com a calibragem baixa, a área de contato com o solo aumenta, melhorando a tração. Ao vencer terrenos rochosos, por exemplo, o pneu com poucas libras de pressão – e aí estamos falando em algo em torno de 7 libras (PSI) – parece agarrar as pedras. Na lama, além do aumento da área de contato, com baixa pressão, o pneu se deforma com mais facilidade e isso ajuda a limpar os sulcos impregnados de barro.

Beadlock

Só que utilizar pneus com tão pouca pressão torna quase inevitável o seu destalonamento. Aí surge a necessidade do uso dos beadlocks. Simplificando o assunto, o equipamento nada mais é do que dois aros que prendem o pneu fazendo uma espécie de sanduíche. Um anel é soldado à roda e o outro é preso ao primeiro por vários parafusos. No meio dos anéis, fica a borda do pneu. A quantidade de parafusos utilizados varia, mas na maioria dos casos são utilizados 32 ou 36 parafusos M10.

Existem algumas configurações diferentes como as utilizadas nos modelos militares ou os chamados beadlocks internos. Porém, os mais utilizados são os modelos com dois anéis aparafusados. O procedimento, embora trabalhoso, é simples. Do lado da roda que fica para dentro do carro é muito raro acontecer o destalonamento e nada muda. No lado contrário, um anel é soldado à borda da roda. O pneu então é colocado sobre esse anel e não mais na parte interna do aro. Completando o sistema, um segundo anel é preso ao primeiro, comprimindo o talão do pneu. Isso impede não só a vazão do ar, como também que o pneu se solte.

Beadlock

A utilização de rodas com beadlock melhora bastante a desempenho do jipe. Para uso em off-road extremo é quase indispensável. A possibilidade de utilizar os pneus com calibragem baixa faz uma grande diferença para vencer obstáculos. Sem contar que os anéis acabam servindo também de reforço extra na roda.

Porém nem tudo são flores. O uso de beadlock também tem suas desvantagens. As rodas ficam mais pesadas, sacrificando um pouco mais alguns itens do conjunto mecânico do eixo, como os rolamentos e semi-eixos. Outros inconvenientes podem ser citados como o acúmulo de barro na roda, a montagem trabalhosa e a possível dificuldade de se conseguir um balanceamento correto.
O ideal, no caso do beadlock, é fazer uma análise do tipo de aventura que você costuma enfrentar. Analisar os prós e contras para então decidir se vale a pena ou não investir no equipamento.

Beadlock

Comentários